"Na vida cristã, se você quiser permanecer em pé, você precisa viver de joelhos"
Saule Luiz Pinheiro Goedert

Introdução às cinco linguagens do amor

As cinco linguagens do amor - Parte II

As cinco linguagens do amor - Parte III

As cinco linguagens do amor - Parte IV e V

Deus sempre está interessado na restauração do seu povo

Despedida do João Costa

Participação no Louvor no Congresso de Adolescentes na Congregação Vale da Bênção em Jonville - SC

Textos por Pb. Saule Luiz Pinheiro Goedert

25 de jul de 2011

PRESBÍTERO MÁRIO GONÇALVES - OS MAIORES PROBLEMAS ENFRENTADOS PELAS FAMÍLIAS SÃO OS DE RELACIONAMENTOS

Neste domingo, dia 24 de julho de 2011, participamos do Culto da Família com uma celebração em homenganem aos casais que participaram do curso Casados para Sempre em ocorrência da formatura dos mesmos. A palavra final foi ministrada pelo Presbítero Mário Gonçalves, que se referenciou ao texto de Gênesis 45. 1-15, que diz: " 1 Então José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei a todos sair da minha presença; e ninguém ficou com ele, quando se deu a conhecer a seus irmãos. 2 E levantou a voz em choro, de maneira que os egípcios o ouviram, bem como a casa de Faraó. 3 Disse, então, José a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, pois estavam pasmados diante dele. 4 José disse mais a seus irmãos: Chegai-vos a mim, peço-vos. E eles se chegaram. Então ele prosseguiu: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. 5 Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos aborreçais por me haverdes vendido para cá; porque para preservar vida é que Deus me enviou adiante de vós. 6 Porque já houve dois anos de fome na terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem sega. 7 Deus enviou-me adiante de vós, para conservar-vos descendência na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento. 8 Assim não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como governador sobre toda a terra do Egito. 9 Apressai-vos, subi a meu pai, e dizei-lhe: Assim disse teu filho José: Deus me tem posto por senhor de toda a terra do Egito; desce a mim, e não te demores; 10 habitarás na terra de Gósem e estarás perto de mim, tu e os teus filhos e os filhos de teus filhos, e os teus rebanhos, o teu gado e tudo quanto tens; 11 ali te sustentarei, porque ainda haverá cinco anos de fome, para que não sejas reduzido à pobreza, tu e tua casa, e tudo o que tens. 12 Eis que os vossos olhos, e os de meu irmão Benjamim, vêem que é minha boca que vos fala. 13 Fareis, pois, saber a meu pai toda a minha glória no Egito; e tudo o que tendes visto; e apressar-vos-eis a fazer descer meu pai para cá. 14 Então se lançou ao pescoço de Benjamim seu irmão, e chorou; e Benjamim chorou também ao pescoço dele. 15 E José beijou a todos os seus irmãos, chorando sobre eles; depois seus irmãos falaram com ele." Em seguida, acompanharemos um resumo desta mensagem.

"Quando se fala em casais e família, uma palavra que se destaca é 'conflito'. A forma de resolver os conflitos tem sido muito racional, mas vemos, como exemplo, que muitas empresas estão adotando a mentalidade de que o maior bem que elas possuem, são as pessoas.

Quando olho para Gênesis, nesta passagem que lemos, observamos o relacionamento de uma família. Deus chama a Abrão e ele mente por medo de Faraó possuir sua esposa e toma-la como sua mulher.

Percebemos os conflitos que uma decisão precipitada de Sara em oferecer a sua serva Hagar para seu marido. Depois que Hagar concebeu a Ismael, Sara enciumou-se dela. Abraão agora angustiasse em seu coração, mas ouviu Deus lhe dizendo que desse atenção as palavras de Sara que eram de despedir a Hagar e ao seu filho para que fossem embora, pois Deus, apesar do erro cometido, também tinha um propósito na vida de Ismael.

Isaque orou insistentemente para que Rebeca tivesse filhos e houve conflitos no ventre de Rebeca. Esaú e Jacó crescem com problemas de relacionamento. Rebeca revela-se muito hábil na cozinha, prepara o animal doméstico como se fosse uma caça e manda Jacó levar ao seu pai. Quando Jacó vai ao encontro de Isaque seu pai, ele certamente está com o coração apertado. Isaque não percebeu que os seus dois filhos estavam longe um do outro e nem a sua esposa que estava longe do seu coração.

Jacó vive com duas esposas e tem treze filhos. Havi mentira e engano na sua vida. Quando existe algo escondido, sentimos medo. Para resolver os conflitos é necessário sentarmos e colocarmos em pauta os assuntos divergentes, mas deixarmos a razão de lado.

Quando Esaú e Jacó se encontram, eles se abraçam e se perdoam, mas a sua descendência não se perdoou. Situações mal resolvidas na família. Deus disse por meio do profeta Obadias que eles não deviam escarnecer e nem zombar da sorte dos seus irmãos.

Surge um novo conflito dentro da família de Jacó. José, seu filho, era privilegiado por ele e isso despertou ira no coração de seus irmãos. José acaba sendo vendido por eles e então inicia-se uma trajetória de aprendizado na vida de José. Inicialmente ele não entende e se angustia.

Jacó foi enganado pelos seus filhos da mesma maneira com que enganou seu pai, quando se fez passar por seu irmão Esaú. Seus filhos lançaram a capa de José sobre seus pés e disseram que certamente uma fera o houvesse matado no caminho. Encenaram diante de Jacó. Nós nunca sabemos o que virá pela frente, nem quem irá estender as mãos quando precisarmos de ajuda. Anos mais tarde, vimos Deus usando a vida de José para beneficiar os israelitas e especialmente os seus irmãos.

Houve um dia que José se deparou com seus irmãos e precisou decidir em colocar as razões na mesa e vivenciar novamente as tristezas do passado ou abraçar; lançar os motivos das atitudes erradas no rosto ou chorar. José foi acometido de dúvida e mandou que todos saíssem da sua presença para que pudesse extravasar em um dolorido choro. Precisava tomar uma decisão muito difícil que seria a de aplicar justiça com suas próprias mãos ou perdoar seus irmãos.

Quando somos confrontados com uma situação mal resolvida, as dores mais profundas são acontecimentos que se desenrolam dentro de nossas próprias casas. Nos versículos 14 e 15 de Gênesis 45, viejamos o que diz: ' 14 Então se lançou ao pescoço de Benjamim seu irmão, e chorou; e Benjamim chorou também ao pescoço dele. 15 E José beijou a todos os seus irmãos, chorando sobre eles; depois seus irmãos falaram com ele.' José chora no pescoço de seus imãos e depois disso eles conseguem conversar com ele. Os maiores problemas de todas as famílias são os de relacionamento."

Resumo Da Mensagem Pregada Pelo

Presbítero Mário Gonçalves No

Culto Da Família

Congregação Do João Costa

Distrito XXIII

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você Poderá Gostar Também de: