"Na vida cristã, se você quiser permanecer em pé, você precisa viver de joelhos"
Saule Luiz Pinheiro Goedert

Introdução às cinco linguagens do amor

As cinco linguagens do amor - Parte II

As cinco linguagens do amor - Parte III

As cinco linguagens do amor - Parte IV e V

Deus sempre está interessado na restauração do seu povo

Despedida do João Costa

Participação no Louvor no Congresso de Adolescentes na Congregação Vale da Bênção em Jonville - SC

Textos por Pb. Saule Luiz Pinheiro Goedert

20 de jul de 2011

PASTOR LUIZ DONIZETE FLORENTINO - EVANGÉLICO OU SEGUIDOR DE CRISTO?

Nesta última terça-feira, dia 19 de julho de 2011, participamos do culto de Edificação Cristã com o Pastor Luiz Donizeti Florentino que trouxe uma mensagem baseada em dois textos que se encontram em I Pedro 18 - 21 e Efésios 4. 12, 13, respectivamente. Na primeira referência bíblica encontramos: " 18 Servos, sede sujeitos com todo o temor a vossos senhores, não somente aos bons e moderados, mas também aos perversos. 19 Pois isto é agradável, se alguém, por ser cônscio de Deus, suporta tristezas, padecendo injustamente. 20 Pois que glória é, se sofreis com paciência, quando cometeis pecado, e sois por isso esbofeteados? mas se sofreis com paciência, quando fazeis o bem e por isso padeceis, isto é agradável a Deus. 21 Pois para isto fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas." A segunda referência bíblica diz: " 12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; 13 Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo," A partir destas duas citações bíblicas, acompanhamos a explanação da Palvra de Deus com nosso Pastor e em seguida, apresentamos um resumo da mesma.

"Vamos estudar a Palavra de Deus. É importante observar a forma que Pedro descreve a questão da chamada ao evangelho por Cristo. Nós somos cristãos e o que significa este termo? Seguidor de Cristo. Portanto, o que você é? Um seguidor de Cristo. Pedro usava uma linguagem profunda falando dos sofrimentos de Jesus. Embora Jesus, possuindo a união das duas naturezas, a humana e a divina, sendo 100% homem e 100% Deus, todos os sofrimentos que Jesus sofreu, sofreu como homem. Se Jesus não sofresse como homem, não estaria habilitado para morrer na cruz em nosso lugar. Somos cristãos e temos que seguir a Jesus. Nós somos chamados para segui-lo.
Teve um dia na nossa história que ouvimos Jesus dizer, vem e segue-me. Ser evangélico, é um termo que parece que se corrompeu pelo seu uso indevido e banalisado. Hoje parece que vulgarizou-se, mas precisamos voltar a sermos seguidores de Jesus. Você precisa ser um seguidor de Jesus.

Vamos pensar por onde Jesus passou? Seguir suas pisadas, é colocar o pé onde Ele colocou o seu pé. Você não pode deixar de seguir as pisadas de Jesu em hipótese nenhuma. Até o fim!

Paulo, se dirige aos santos para o aperfeiçoamento. Para chegar a plenitude do aperfeiçoamento precisamos passar pelo menos por quatro lugares. O primeiro lugar que Jesus passou para chegar ao ponto de varão perfeito, está descrito em Lucas 2. 7, que diz: ' 7 E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.' Há alguns lugares que devemos passar porque Jesus passou, se eu quiser crescer um pouco mais. O primeiro lugar que Jesus chegou e pisou foi numa manjedoura. É muito lindo pensar no quadro que pintam quando se fala de Jesus em uma manjedoura, mas querendo ou não, temos que passar pela manjedoura. No hebraico, manjedoura significa lugar de desprezo, pobreza e de formação. Ninguém começa uma casa pelo telhado. Existe uma base, e a base para uma vida cristã é começar pela manjedoura. Lugar escuro, de dificuldade e de desprezo. Jesus foi para manjedoura, porque não havia lugar para Ele. Desprezado. Como seguirdores de Cristo, não podemos desprezar os nossos humildes começos.

O segundo lugar que Jesus passou e que eu e você precisamos passar, está descrito em Marcos 6. 3, que diz: ' 3 Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.' Jesus era carpinteiro. Houve um período, uma fase que Ele ficou na carpintaria. 80% do trabalho de Jesus, foi desenvolvido na carpintaria. Carpintaria é sinônimo de preparação, consagração, firmeza. Jesus precisou pasar por ali, pois tudo na vida de Jesus tinha um propósito e um objetivo. Na carpintaria entram peças brutas que são pleinadas, tratadas e lixadas. É um lugar de tirar cascas, tirar a tortura. Quem sabe alguns de nós estamos na carpintaria. Mas é bom entrar aí, pois quando sair você vai prestar para alguma coisa, vai ser útil. Precisamos deixar esta ideia de sermos evangélicos para sermos seguidores de Cristo.

Em Lucas 4. 1, lemos: ' 1 E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto;' Antes de Jesus ir para o deserto, ele foi para o Jordão se batizado por João Batista. Você se lembra de alguém que desprezou o Jordão, por causa de suas condições gerais? Vamos pensar um pouco sobre o simbolismo do Jordão. Aonde ele nasce? No monte Hermon. Suas águas são produzidas pelo degelo. Deságua no mar morto que está a 400m negativos. Jordão significa um 'lugar que desce' ou 'aquele que desce'. Para podermos progredir temos que procurar o aperfeiçoamento. Existe muita gente que ostenta o título de evangélico, mas não querem seguir e passar por onde Jesus passou. Ninguém gosta de descer, mas em alguns momentos da nossa vida, precisamos passar pela manjedoura, ficar um pouco na carpintaria e descer para o Jordão. Você é um seguidor de Jesus? Do Jordão, Jesus foi levado para o deserto. Deserto é um lugar difícil. Há alguns sinônimos para esta palavra. Um deles é 'retoque final'. As arestas, o que está sobrando, que ficou na manjedoura, escapou da carpintaria, que o Jordão não tirou, o deserto consegue arrancar. O melhor lugar para Deus levar a sua noiva é o deserto. É o lugar predileto de Deus namorar a sua noiva. Vimos isso em Oséias 2. 14, que diz: ' 14 Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração.' Deus atrao com cordas de amor para falar ao coração. O deserto foi o lugar que Jesus passou. Deserto é lugar de ensinar, testar, retocar. Lugar difícil, porque a bíblia diz que não tem abrigo, sombra, sem estrada, segurança. Mas é exatamente ali que Deus gosta de levar ao coração de sua noiva. O interessante que para passar pela manjedoura, Ele nasce ali. Viveu na carpintaria. No rio Jordão, na terceira fase, começam as experiências mais íntimas e particulares. O céu se abre, Deus se manifesta e diz: 'Este é o meu filho amado e Eu tenho prazer N'Ele'. Antes de ir para o deserto, Jesus foi cheio do Espírito Santo. Você está a procura de aperfeiçoamento e crescimento espiritual? Se você quiser ser um seguidor de Cristo, há lugares que você terá que passar, querendo ou não."

Resumo Da Mensagem Pregada Pelo

Pastor Luiz Donizete Florentino No

Culto De Edificação Cristã

Congregação Do João Costa

Distrito XXIII

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você Poderá Gostar Também de: