"Na vida cristã, se você quiser permanecer em pé, você precisa viver de joelhos"
Saule Luiz Pinheiro Goedert

Introdução às cinco linguagens do amor

As cinco linguagens do amor - Parte II

As cinco linguagens do amor - Parte III

As cinco linguagens do amor - Parte IV e V

Deus sempre está interessado na restauração do seu povo

Despedida do João Costa

Participação no Louvor no Congresso de Adolescentes na Congregação Vale da Bênção em Jonville - SC

Textos por Pb. Saule Luiz Pinheiro Goedert

22 de mai de 2011

CULTO DA FAMÍLIA (22/05/11) – O DIA DO SENHOR

Neste domingo, ouvimos a mensagem final da Palavra de Deus, pelo Presbítero Ezequiel Gardasz. O mesmo utilizou-se do texto de II Pedro 3. 8 – 10. Iniciando sua pregação citou que dado a responsabilidade que lhe foi incumbida, seu coração batia forte a ponto de querer saltar pela boca. Disse que Deus não quer que ninguém se perca e usou a epígrafe do texto proposto que diz respeito ao “Dia Do Senhor”. Deus está preocupado com as igrejas porque as mensagens sobre o arrebatamento tem andado escassas nos púlpitos. Somente no Novo Testamento há cerca de 300 citações referentes ao arrebatamento da igreja. Falou sobre as promessas que Deus nos faz e quanto a nossa fé nestas promessas, enfatizando que Deus não é obrigado a cumpri-las, pois dependem exatamente da Sua vontade.

Estamos despreocupados com o advento do arrebatamento. Os costumes mundanos têm mudado o comportamento da igreja. Deus se preocupa, pois o Apóstolo Pedro diz que Ele não quer que ninguém se perca. Há muitas disputas, dissoluções. Mensagens que massageiam nosso ego. Crente anoréxico, aquele que se alimenta somente com comida light. Come, mas em seguida vomita o que comeu, pois diz que o que ingeriu vai causar algum tipo de dano ao seu organismo. O Presbítero Ezequiel pergunta “Deus se preocupa comigo"? Claro que sim! A volta do Senhor Jesus pode ser agora e como é que nós estamos? Mateus 24 relata que Jesus viria como um ladrão na noite, sem avisar a hora. Que haveria muitos sinais. Olhando as leis do nosso País, podemos ver o desapego das pessoas para com Deus. Imaginem um casal homossexual, entrando de mãos dadas na nossa igreja e sentando ao nosso lado, como se fossem um casal comum. Estas pessoas estão excluídas do arrebatamento da igreja, mas se, se arrependerem desta atitude que a Palavra de Deus desaprova certamente que alcançarão a misericórdia do Senhor.

Jesus disse que a nossa morada não é aqui. Em João 14, Cristo falou: “Não se turbe o vosso coração, crede em Deus e também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas, se não fosse assim eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar”. Em seguida o Presbítero Ezequiel disse que Jesus há de voltar e repetiu a frase.

Quando recebeu o convite para pregar no culto da família, disse que estas palavras desceram ao seu coração e que Deus lhe guiou neste sentido, pois está preocupado com as famílias. Sinais, terremotos. Pessoas andando a passos largos para a perdição. Jesus disse que há apenas dois caminhos. Um é estreito o outro é largo que conduz a perdição eterna. Muitas pessoas têm se esquecido da Palavra de Deus. Deus está preocupado com os fiéis da terra. Mas o crente anoréxico não quer mesmo saber dessas coisas. O seu organismo está acostumado com a comida light. Pedro diz: “Ainda que alguns tenham a vinda de Jesus como tardia...” Uma coisa é certa, Ele vem como o ladrão na noite. Ele certamente voltará e já está as portas, a qualquer momento as trombetas vão soar. Há uma igreja que vai e outra que ficará. Mateus 25 relata a Parábola das dez virgens, sendo que 5 estavam preparadas e as outras 5 despreparadas. Disse que não quer mexer com o emocionalismo das pessoas e que essa é apenas uma comparação para mencionar que muitos já não estão mais preocupados. Não prego por emoção. Olhe para dentro de você mesmo e analise se você está preparado para ir morar no céu ou não. Paulo escreveu em Tito 2 que Cristo vem buscar um povo zeloso, especial e de boas obras. Será que podemos nos considerar especiais para com Deus? Na casa de meu Pai há muitas moradas que estão nos esperando. Pretendendo terminar sua mensagem, o Presbítero Ezequiel citou os textos de I Tessalonicenses 4. 13 e 5. 23 que diz: “O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.


Resumo da mensagem pregada pelo



Presbítero Ezequiel Gardasz



No culto da Família



Congregação do João Costa



Distrito XXIII

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você Poderá Gostar Também de: