"Na vida cristã, se você quiser permanecer em pé, você precisa viver de joelhos"
Saule Luiz Pinheiro Goedert

Introdução às cinco linguagens do amor

As cinco linguagens do amor - Parte II

As cinco linguagens do amor - Parte III

As cinco linguagens do amor - Parte IV e V

Deus sempre está interessado na restauração do seu povo

Despedida do João Costa

Participação no Louvor no Congresso de Adolescentes na Congregação Vale da Bênção em Jonville - SC

Textos por Pb. Saule Luiz Pinheiro Goedert

1 de jan de 2012

PRESBÍTERO SAULE LUIZ PINHEIRO GOEDERT - VENCENDO AS PEDRAS

No dia 01 de janeiro de 2012, tivemos a satisfação de participar do primeiro culto do ano com nosso amigo e segundo pastor da Igreja Evangélica Assembléia de Deus do Porto Rico, Pb. Douglas Silva. Na ocasião, para nossa alegria, estava presente o Pastor José João Vieira que tenho o prazer de cita-lo, pois o mesmo é um dos pioneiros de nossa abençoada igreja em Joinville.
Em seguida, teremos uma dissertação da mensagem pregada nesta noite, com comentários adicionais.
"Com base no texto segundo escreveu o evangelista João 11. 39-40, que diz: '39 Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. 40 Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?', fizemos uso do tema: 'Vencendo as Pedras'.
Após esta leitura, voltamos alguns capítulos anteriores para termos uma breve retrospectiva do cenário em que Jesus se encontrava. Já em João 7. 53, temos uma declaração feita por João, dizendo: 'E foram todos para casa'. Se você ler o contexto deste texto, verá que Jesus estava em uma festa no Templo, na festa dos Tabernáculos e Ele ensinava as pessoas. Algumas delas criam Nele, outras não. Ouvindo então os sacerdotes que Jesus estava ensinando e que havia dissenção entre o povo, eles ordenaram aos soldados que o prendessem. Porém, quando os soldados ouviram a voz de Jesus e a maneira como Ele ensinava ao povo, ficaram tão surpreendidos que não foram capazes de prendê-lo, alegando que nunca tinham ouvido alguém falar com tanta ousadia e sabedoria. Isso foi exatamente o que os soldados relataram aos sacerdotes quando voltaram de mãos vazias.
Finalizando o capítulo 7, no último versículo que é o de número 53, vimos que após esta confusão, todos foram para suas casas, no entanto o que me chamou a atenção foi o fato de o capítulo 8 iniciar com a seguinte afirmação: 'Porém Jesus, foi para o monte das Oliveiras'. Enquanto todos estavam indo para suas casas após a festa dos Tabernáculos, Jesus pretendia passar tempo com Deus em oração e se retirou para o monte.
Seguidamente, no versículo 2, observamos que quando Jesus retorna do monte, pela manhã cedo, Ele não vai para sua casa como alguns pensam, descansar o seu corpo físico, Ele simplesmente vai direto para o Templo, ensinar as pessoas que estavam sedentas e famintas da palavra de Deus.
Muitos já não querem mais adquirir um pouco de olheiras ou passar um pouco de sono para buscar mais a Deus, mas perdem mais de três horas para assistir o mais novo lançamento dos cinemas em sua espaçosa e confortável sala de TV ou porque não dizer, diante da internet com coisas que não trazem o mínimo se quer de edificação para sua vida.

Jesus, logo se acomoda e sentado ensina o povo que rapidamente o rodeia para lhe ouvir. Nota-se aqui, que para alguém poder ensinar a Igreja do Senhor, é necessário passar tempo de oração com Ele, ou seja, não tem como você falar de alguém que você não conhece. Se quisermos falar de Jesus e da sua palavra, no mínimo, temos que conhece-Lo e somente o conheceremos se tirarmos tempo com Ele e para Ele. Jesus que era o filho de Deus, reservou boa parte de sua vida e de seu tempo para busca-lo, porque queremos ser melhores do que Ele? Nós muitas vezes nem oramos pelas refeições e achamos que temos o direito de exigir que Deus nos atenda quando estamos em apuros! Quanta petulância nossa! Se quisermos que Deus comece a nos responder quando chamarmos por Ele, precisamos passar mais tempo com Ele.

O texto continua com um assalto das atenções, pois enquanto Jesus está falando ao povo, chegam diante Dele os escribas e os fariseus, trazendo consigo uma mulher. Penso comigo que da forma com que a Bíblia descreve a história, é possível que ela estava até sendo arrastada pelos cabelos, pois a motivação daqueles homens era o fato de aquela mulher ter sido pega em ato de adultério. E lançando ela no meio, disseram a Jesus: 'A lei de Moisés diz que ela deve ser morta por apedrejamento. E tu, o que dizes?' Enquanto eles seguravam pedras em suas mãos, esperavam uma resposta de Jesus, pois tinham intenção de pega-lo em suas próprias palavras, mas Jesus calmamente se inclina e começa a escrever com o seu dedo na terra.
Visualizemos a cena! O espetáculo está prestes a acontecer, os espectadores estão todos ali para assistirem o apedrejamento daquela pobre mulher pecadora, mas Jesus foi convidado a sentencia-la e agora, sem mostrar nenhum tipo de reação ao que lhe apresentaram, escreve ou desenha algo com o seu dedo na terra. Imagino que ele dizia consigo mesmo: 'Enquanto vocês querem acabar com a história da vida dela, eu escrevo uma nova história para ela. Vocês estão dizendo que é o fim da sua vida? Pois eu digo que é apenas o começo!'
Então pela insistência dos acusadores, Jesus se levanta e responde a pergunta deles, dizendo: 'Aquele, pois, que não tem pecado, que atire a primeira pedra'. Incrível como aquelas pedras começaram a cair no chão! Uma atrás da outra, desde o mais novo até o mais ancião que se encontrava ali, todos largaram suas pedras no chão e não foram capazes de ousar a tocar em nenhum fio só de cabelo a mais daquela mulher. Apesar de sabermos que para nos acusar, muitas pessoas nos colocam 'no meio' para que sirvamos de espetáculo, a partir de hoje vamos começar a ouvir o barulho das pedras caindo ao chão! Os acusadores vão ter que esvaziar as mãos porque o nosso advogado se levantou em nossa defesa e Ele já escreveu uma nova página de vitória em sua vida.

Logo que Jesus trouxe sua sentença com respeito ao futuro daquela mulher e os acusadores se tinham ido embora, Ele olhou para ela e perguntou: 'Mulher, onde estão os teus acusadores, nenhum deles te condenou?' Então ela disse: 'Não, meu Senhor, ninguém me condenou'. Então Jesus concluiu: 'Vai e não peques mais'.
Há pessoas que pensam que porque Jesus perdoa os pecados, que podem viver cometendo toda sorte de iniquidades e pedirem perdão quando bem entenderem, que logo serão perdoados, por causa do amor de Jesus. Há alguém que pensa que a graça nos dá direito de vivermos uma vida sem renúncia, satisfazendo os prazeres da carne e que mesmo assim O Senhor nos santificará pela Sua Palavra e pelo sangue de Jesus. Pecado premeditado! Zombadores e escarnecedores! Acham que se pedirem perdão antes de levar a mão no pão e no vinho da ceia do Senhor que tudo está resolvido. Cuidado, Deus não se deixa escarnecer! Desmascare o seu pecado, antes que ele desmascare você!
João 8. 12-59, vamos encontrar Jesus falando sobre a sua missão e percebemos que alguns creem Nele e outros continuam duvidando, o que faz com que o capítulo termine com as pessoas novamente ajuntando pedras para atirarem em Jesus. Note a facilidade que algumas pessoas tem para atirarem pedras nas outras.

João 9. 1-41, temos a história do Cego de Nascença. Vimos os discípulos de Jesus perguntando a Ele, quem é que havia pecado, se o cego ou os seus pais, porém Jesus respondeu que nenhum, nem outro haviam pecado, mas que a enfermidade daquele homem era para que se manifestasse a glória de Deus. Foi então que Jesus encontrando-se com o cego, formou com o pó da terra e Sua saliva, um lodo com o qual massageou os olhos do cego orientando-o para que fosse até o tanque Siloé, que quer dizer 'O Enviado', e ali lavasse seus olhos. Em obedecendo as palavras de Jesus, o cego logo passou a enxergar. Ele nunca tinha visto a luz do dia, tampouco a cor do céu ou das árvores, mas Jesus operou este grande milagre sobre a sua vida.
No capítulo 9, versículo 32 lemos: '32 Desde o princípio do mundo nunca se ouviu que alguém abrisse os olhos a um cego de nascença.' Isso é fantástico, o milagre de Jesus sobre a vida daquele cego foi inédito! Nunca antes alguém tinha recebido tamanha bênção de ter sua visão restaurada sendo ele um cego de nascença.
Por isso, você precisa crer No Senhor, pois Ele pode operar milagres inéditos na sua vida e fazer com você, coisas que nunca antes forem feitas com qualquer outra pessoa.

João 10, Jesus segue revelando-se como 'O Bom Pastor'. João 10. 10, vimos uma declaração de Jesus, dizendo: '10 O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. 11 Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.' A vida que Jesus nos oferece é uma vida abundante!
Em João 10. 19, a Bíblia diz que voltou a haver confusão entre o povo, pois como Jesus segue dizendo em João 10. 14 e 15: ' 14 Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. 15 Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas.' , o povo não reconhece a voz de Jesus, pois não O têm como seu Pastor.
João 10.22, vamos encontrar a Bíblia relatando de uma festa que acontecia no inverno, chamada 'Festa da Dedicação'. Jesus foi convidado para esta festa e Ele passeava no Templo, possivelmente olhando para o ajuntamento de pessoas que ali havia e imaginando o preço que Ele mesmo ainda haveria de pagar por amor a todos eles... O bom Pastor dá a vida pelas ovelhas... Alguém vendo a Jesus, chama-o para que Ele voltasse a lhes falar, mas que lhes falasse abertamente, pois eles não eram capazes de compreender o que Jesus dizia. No capítulo 10 e versículo 31, vimos pela terceira vez em apenas dois capítulos, o povo novamente ajuntando pedras para atacarem a Jesus, tentando prende-lo, pois diziam entre si que Ele blasfemava e era digno de morte. Isso levou Jesus a fugir de diante deles indo para além do Jordão.

Finalmente chegamos ao capítulo 11 do Evangelho de João, onde encontramos a história de um certo Lázaro como a Bíblia mesmo diz. Interessante que no capítulo 11 e versículo 2, João faz uma citação, no mínimo muito interessante a respeito de Maria, irmã de Lázaro. Segundo o que aprendemos, o Evangelho de João está escrita em ordem cronológica, ou seja, na medida em que a história foi acontecendo, os fatos foram sendo narrados por João. Quando ele cita Maria, a irmã de Lázaro, ele faz questão de mencionar uma atitude que esta mulher teve para com Jesus, mas que aconteceu apenas no capítulo 12 do seu evangelho. O que me chama a atenção é que aquela mulher, Maria, não ficou conhecida pelas pessoas por ser a irmã de Lázaro, filha do fulano de tal ou qualquer outra coisa que pudesse descrever ou assemelha-la a sua família. Ela ficou conhecida na região, pela mulher que, segundo João 12. 3, diz: '3 Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.' Poderíamos dizer que ela era conhecida como 'A mulher Agradecida' ou apenas 'A Mulher que Ungiu os Pés de Jesus'. Gratidão! Ser conhecido não pelo temos ou possuímos, mas pelo que somos e fazemos. Quem dera que nossas atitudes fossem semelhantes a de Maria, que ficou conhecida por todos pela sua gratidão e não pela sua insatisfação. Que tipo de comportamento estamos tendo? Será que nossas atitudes honram o nome Do Senhor ou estamos envergonhando o Evangelho?

Em João 11. 3, as irmãs de Lázaro mandam um mensageiro para informar a Jesus sobre o estado de saúde de seu irmão.
Perceba a importância de termos ao nosso lado pessoas que se importam conosco, que querem o nosso bem. É sempre muito bom poder contar com pessoas que oram por nós, pelo nosso ministério, pela nossa família e que ainda desejam ver Deus glorificando o Seu nome em nossa vida. Porém, mesmo assim, com essas poucas, mas bem-aventuradas pessoas, orando por nós, nos desejando bem, há coisas que acontecem conosco que não conseguimos entender no momento. Vejamos o que acontece quando o mensageiro chega e anuncia a Jesus sobre o estado de saúde de Lázaro. Apesar de Jesus ter dito que esta doença não era para a morte, Lázaro morreu.
As vezes não compreendemos o agir de Deus em nossa vida porque seus pensamentos são maiores do que os nossos pensamentos e os seus caminhos mais avantajados que os nossos caminhos, pois os caminhos que julgamos serem perfeitos aos nossos olhos, na verdade, são caminhos de morte.

Pois bem, Jesus apesar de ter-se demorado um pouco ainda além do Jordão, agora parte com seus discípulos para Betânia, mesmo contrariado por eles, pois diziam como é que Jesus voltaria para lá se todos o buscavam para o matar. João 11. 21, Marta se lança aos pés de Jesus e diz: 'Senhor, se Tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido!'. Em João 11. 32, Maria tem a mesma atitude. Em momentos de desespero, a melhor atitude é se lançar aos pés do Senhor! Jesus vendo as irmãs de Lázaro que clamavam e a multidão ao redor que chorava, em João 11. 35, também chorou. Esta é a segunda vez que a Bíblia diz que Jesus chorou. A primeira vez foi quando Ele olhava para Jerusalém, cidade escolhida por Deus, em Lucas 19. 41, Ele chora também.

Muito bem, Jesus chegou e com Ele a esperança. Mesmo que Marta e Maria já estavam desacreditadas e não esperavam mais por um milagre, Jesus pergunta onde puseram Lázaro e o levaram até o sepulcro. Alguém teve que dizer onde Lázaro estava.
Foi aqui que Deus me trouxe uma revelação da Sua Palavra! Colocaram Lázaro em um sepulcro e junto a porta do sepulcro, uma pedra. Deus falou ao meu coração que só se coloca pedra em porta de sepulcro quando tem algo morto dentro dele. E há pessoas que permitiram que alguma coisa morresse dentro de seu coração e colocaram uma pedra na porta dele para tentar disfarçar um pouco o cheiro que exala aí de dentro. Deus te encontrou e descobriu o que há dentro do seu coração! Alguém teve que encaminhar Jesus até o túmulo. Alguém teve que indicar a Jesus onde Lázaro se encontrava. Deus indicou o seu coração nesta noite como o local principal de onde se encontram as coisas mortas que você tenta esconder, mas não consegue, pois uma pedra não fecha totalmente as brechas do seu coração e as únicas pessoas que conhecem a tua situação e sentem o cheiro que exala aí de dentro, são aquelas que estão mais perto de você. Quem está distante, percebe apenas a pedra, o semblante, mas só sente o cheiro que está perto. 'Já cheira mal, pois já é de quatro dias'. Não importa quanto tempo você está sofrendo com isso, porque se você crer, você verá a glória de Deus!
Eu sei que você nem tem culpa disto que está no seu coração, pois pessoas tramaram isto contra você. Se usadas pelo diabo para te destruir ou com atitudes insanas, agiram sem pensar, não sabendo do estrago que causaram no seu coração, nada disto faz diferença, pois a culpa não é sua mesmo. Porém a única culpa que você tem, é a de permanecer vivendo dessa maneira, conformado com a situação em que caminha a sua vida.
Jesus disse: 'Tirai a pedra!' As vezes para tirar a pedra, precisamos de ajuda, pois pedra que tampa porta de sepulcro não é pequena, é necessário pedir ajuda, mas não deixe de tirar a pedra. Esta é uma ordem de sobrevivência, tire a pedra! Faça a sua parte que Deus vai fazer a parte Dele. O que você tem que fazer Ele não vai fazer por você! Tome uma atitude diante disto que está destruindo a sua vida e levando você para o inferno! Mesmo que você não tenha culpa, a pedra do ORGULHO, continua matando você. Não perdoar alguém é o mesmo que tomar um copo com água e veneno e desejar que a outra pessoa morra. Desperta, não deixe o diabo continuar enganando você. Tire a pedra!

Depois que tiraram a pedra, Jesus entra novamente em cena. Localizaram Lázaro, tiraram aquilo que impedia o acesso até ele ou dele. Agora Jesus faz o que o homem não pode fazer. Ele faz uma oração para que aqueles que estão ao seu redor creiam em Deus e dá um grito, dizendo: 'Lázaro, vem para fora!' Nesta mesma hora, Lázaro mesmo com os seus pés amarrados, suas mãos atadas e seu rosto envolto em um lenço, se levanta dentro daquele sepulcro frio e escuro e começa a pular em direção a Jesus, pois o dono da vida o despertou da morte. Ele chega então a porta do sepulcro, mesmo naquelas condições, amarrado, impossibilitado de correr, dar um abraço em seu amigo Jesus, expressar sua alegria, ele se esforça para se encontrar naquela posição. Jesus vendo a situação de Lázaro, logo disse: 'Desatai-o e deixai-o ir'.
Mesmo que você esteja atado, se arrastando com grande esforço ao encontro de Jesus, tentando se aproximar mais Dele, Deus vai passar a 'tesoura' do Espírito Santo e libertar você destas coisas que te impedem de servi-lo melhor. Vai tirar o lenço do teu rosto para que você volte a enxergar e a acreditar nas promessas que Ele mesmo te fez. Onde havia ódio, vai passar a reinar o amor e o perdão; onde havia tristeza, vai passar a reinar a alegria; onde havia miséria, vai passar a reinar a bonança em sua vida, mas tire a pedra, ouça a voz de Jesus que te chama, venha para fora que Ele se responsabiliza de aperfeiçoar o chamado que Ele tem na sua vida. Prossiga! Mesmo se arrastando. Nunca é tarde para recomeçar! A hora é agora!

Resumo da Mensagem Pregada Pelo
Presbítero Saule Luiz Pinheiro Goedert
Congregação Porto Rico
Joinville/ SC

8 comentários:

  1. Meu amigo Pb. Saule...


    Continue firme no seu propósito pois Deus te recompensará. Para que Lázaro ressuscitasse ocorreram dois pontos cruciais na história que não podem ser ignorados. Primeiro: alguém na multidão teve que tirar a PEDRA. Segundo: alguém na multidão teve que tirar aquilo que lhe prendia, envolvia. Só assim, dessa forma seria possível acontecer o milagre. Um grande abraço meu amigo e não esqueça de visitar o meu blogger, pois a mensagem de terça-feira já está pronta. Vinho novo em odres velhos. Deixe seu comentário. Estamos juntos. Paz


    Seu amigo, Pb. Sandro Gonçalves, servo de Jesus

    ResponderExcluir
  2. Graça e Paz Presbítero Sandro Gonçalves,

    Obrigado pelo seu incentivo e seu comentário que sempre serve para abrilhantar o blog Rabiscos. Certamente que estaremos comentando sua nova postagem.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Deus lhe abençõe meu caro amigo. Não obstante meu silêncio, já que pouco interajo nestes espaços de comentário, é sempre bom receber seus textos. Obrigado por nos prover das memórias das pregações.

    Alinor

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz Pb. Alinor,

    É uma grande satisfação recebe-lo no blog Rabiscos, pois você já estava mesmo nos devendo um visita. Seu incentivo é um estímulo para que continuemos levando a Palavra de Deus através deste meio.
    Sempre que possível nos ajude a embelezar este blog com a somatória de seus comentários.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Seu blog é uma bênção, li algumas coisas, e dou graças pela Graça derramada sobre si, que a cada dia continue a ser esta bênção.Aquilo que escreve seja como pão para o faminto, e água para o cansado.E que cada irmão ao ler suas mensagens seja edificado, exortado no amor derramado no seu coração, a sua alegria, paz e graça, cresçam de maneira a transbordar seu cálice, e atingir os corações.Aproveito a fazer-lhe um convite: Gostaria que fizesse parte dos meus amigos virtuais em meu blog A Verdade Que Liberta. Deixo as minhas cordiais saudações em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  6. Graça e Paz Antonio Batalha,

    Obrigado pela sua visita e pelas palavras de incentivo meu irmão. Seja sempre bem vindo!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Amado companheiro Pb. Saule,

    A Paz do Senhor.

    Mensagens edificantes tenho lido em seu belo Blog. Que deus continue te inspirando neste ministério glorioso.

    Estou divulgando o seu blog aqui no nordestem meu estado é o Rio Grande do Norte, gostaria muito de fazer parceria com o seu Blog divulgando o meu na sua lista de Blogs, isto é uma grande honra para mim.

    Um forte abraço

    pr-edinaldodomingos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. A Paz do Senhor Pastor Edinaldo Domingos,

    Inicialmente, muito obrigado pelo carinho e pelo seu interesse em nosso singelo blog.
    Ultimamente tenho tido pouquíssimo tempo para atualizações, pois iniciei o curso de bacharel em teologia e assumi uma pequena congregação como 2o. dirigente, sem contar que no momento estou em transição de trabalho secular.
    Confesso que tomei um susto quando vi nas fotos de seu blog o tamanho das igrejas aí em seu estado! Que maravilha! Coisa linda hein?
    Que Deus continue lhe abençoando em seu ministério e seja sempre bem-vindo!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Você Poderá Gostar Também de: